Organizando as séries

Diante de tantas opções, passar mais tempo assistindo a séries do que se perguntando o que assistir parece impossível, mas basta se organizar para isso!

Com a magia do Netflix, ao mesmo tempo ficou tão melhor e tão mais difícil acompanhar as séries. São tantos lançamentos e tantas disponíveis, que concordo cada vez mais com aqueles que dizem que para conseguir ficar em dia com as séries, só largando o emprego! E por mais que seja para rir, quantas vezes a gente não tem vontade de chorar quando se sente realmente inquieto por não conseguir se organizar e se manter em dia com as séries? Sei que na verdade é assim com qualquer coisa que pareça ter fugido do controle e por isso resolvi deixar minha contribuição por mais sorrisos e menos momentos de desespero!

Na semana passada esse foi um dos assuntos que surgiram com o Hans. Como vemos muitas séries juntos, às vezes esquecemos, abandonamos por não priorizarmos e organizarmos adequadamente. Decidi então que faríamos um calendário das séries, que nos possibilitaria a organização e um acompanhamento, sempre atualizado. E agora que a ideia foi devidamente pensada e executada, resolvi registrar porque ficou muito bem estruturado e acho que pode ser útil pra muita gente, de muitas formas. Porque o melhor disso é que um sistema adaptável para diversas outras áreas da vida! E assim, fica sendo mais uma dica sobre como pensar a organização utilizando listas e hierarquias, aplicável a qualquer projeto que se divida em etapas de execução e acompanhamento. Em outras palavras, para tudo na vida! ♥

Organizando as séries

O primeiro Passo é criar uma lista de tarefas, eu utilizo o todoist (♥) para isso. O meu projeto principal se chama “To Read, Listen & Watch”, dentro dele tenho 4 outros projetos:

Como hoje a organização foi apenas das séries, daqui para frente tudo que for dito aparecerá como subprojeto do projeto Series.

Organizando as séries: Todoist

É legal notar que o item Series da lista não é representado por um círculo, mas por um ícone de pessoa. Isso acontece porque eu compartilhei essa lista com o Hans e tudo que estiver dentro desse item será compartilhado. Assim nós dois podemos acrescentar, editar e manter essa lista atualizada.

Listando

Em séries, a primeira coisa é listar todas as que você assiste, quer assistir ou assistir novamente. Para isso eu usei o Orangotag como guia, lá mantenho a lista atualizada dos episódios que já assisti e das séries que acompanho. Como uma ou outra ainda não coloquei no Orangotag, principalmente as originais Netflix, também me guiei por ele para criar minha lista.

Foram 42 séries listadas. 42! Depois de ver esse número, entendi porque sempre foi tão difícil manter o controle e percebi ainda mais claramente o quanto essa organização era necessária!

Depois de ter toda a lista pronta, criei 6 itens para agrupar minhas séries da forma que mais faz sentido para a forma que assisto.

Organizando as séries: Todoist

É super importante ser honesta aqui, porque só assim se conseguirá os melhores resultados!

  1. Em andamento
    O que realmente estou assistindo no momento.
  2. Em espera
    Séries que estou acompanhando, mas que por algum motivo ficaram em segundo plano para as em andamento.
  3. Retomar
    As que comecei e parei por algum motivo. Seja falta de tempo ou interesse, mas que sei que quero ver. Outra opção legal aqui é colocar como título Retomar / Reavaliar, caso existam dúvidas sobre prosseguir ou abandonar de vez.
  4. Para ver ou rever
    Uma lista de espera, onde coloco tudo que quero começar a assistir quando houver tempo.
  5. Momentos de tédio
    Essas são as séries leves, ideais para momentos onde estamos com elas passando em pano de fundo, enquanto cozinhamos ou qualquer outra atividade primária. São as séries que eu não vou me sentir mal se acabar dormindo enquanto vejo e não vou precisar voltar o episódio porque são só para passar o tempo mesmo.
  6. Aguardando
    As séries que estão fora do ar em período de gravação.
    É legal que dá para colocar a data de estreia e ser lembrado!

Organizando as séries: Todoist

Além das séries

Outras informações são muito úteis de serem anotadas e o todoist possibilita que coloquemos a data de estreia ou mesmo a data em que iremos assistir.

Como exemplificado acima, além do nome da série coloco a temporada (season – S##) e o episódio (episode – Ep##), com isso, ao abrir a lista eu já sei em qual episódio começar a assistir!

Stranger Things tem “tomorrow / amanhã” como data, isso significa que amanhã assistiremos. The Walking Dead tem a data da nova temporada, no entanto, eu comecei a assistir agora, então é atual apenas para mim, por isso designei essa tarefa apenas para mim – marcado por um círculo com a letra C. Se alguma dessas séries fosse apenas o Hans assistindo, ao designar, apareceria um círculo com a letra H.

Conforme for assistindo, basta renomear a tarefa com a temporada e episódio atual.

Outra opção bastante legal é criar um código. No meu caso utilizei ‘_’ antes do nome das séries canceladas ou encerradas, além de colocar o texto em itálico (basta colocar * ou _ no início e no final do seu texto) assim sei que não tem prazo, pois não haverá uma próxima temporada para a qual precise me preparar.

Dicas premium

No caso de você fazer uso de uma conta premium no todoist, poderia além de tudo isso, criar contextos e tags. Exemplo disso seria criar uma tag “serie suspense” e colocar essas tags nas séries. Quando quisesse assistir a uma série de suspense, bastaria buscar por essa tag e escolher uma das que você classificou assim.

Outra opção seria usar a tag como contexto. Assim se você tem 40 mins de manhã para assistir a uma série enquanto se arruma e toma café, você poderia criar as tags “30min” “40min” “60min” e assim ao buscar por essas tags, saberia exatamente qual caberia no seu tempo disponível pela manhã. Com essa ideia as possibilidades são infinitas, você pode criar tags que definam faixa etária, caso haja criança no ambiente e queira garantir que é adequado. Local onde assiste, se no quarto, na sala, qual momento do dia, com quem assiste, quais amigos assistem…

 

Espero que essas dicas ajudem a pensar em como usar de formas bastante produtivas as suas listas e, claro, que te ajude a ficar em dia nesse mundo maravilhoso das séries!

 

 

Aquelas coisinhas

Post-it Lembrar de respirar
Existem muitas razões para escolher trabalhar em um home office de forma independente, mas com certeza aquelas coisinhas sobre as quais decidi escrever hoje não fazem parte dessa lista.

Tem dias em que você se planeja, pensa e repensa até ter o seu dia perfeitamente organizado, mas mesmo assim no final tudo acaba de cabeça pra baixo! Hoje foi um desses dias.

O dia começou cedo, muito cedo! Decidi que queria cozinhar antes de começar o dia de trabalho. E aconteceu a primeira coisinha do dia: O pão que resolvi fazer deu errado, o fermento não quis fermentar…
Entre massa, descanso e tempo para assar, aproveitar para limpar e arrumar algumas coisas – empolgação total porque não dá pra perder o ânimo tão fácil quando ainda se tem tanto dia pela frente.

Sentei e comecei a trabalhar, enviei e-mail que precisava enviar.
Toca o telefone: Minha operadora.
Me aborreço, gasto tempo falando no telefone ouvindo o telemarketing ativo. Quando tento tirar uma dúvida ela já tinha desligado.
Decido ligar e tirar minha dúvida sobre consumo inexistente. Gasto um tempo conversando, explicando, tentando resolver. Mas claro, só resolvo ligando novamente porque só outro setor pode cuidar disso…

E mais tempo foi necessário para trocar e-mails sobre exames que preciso fazer, sobre coisas que preciso comprar e continuava a limpeza do meu teclado.
Finalmente comecei a pesquisar para um potencial projeto para ver se será possível e compatível, decidindo se eu sou ou não a designer para esse cliente e então: Coisas de família…

Essas pequenas coisas não são nem um pouco atraentes, normalmente não são legais e demandam mais tempo do que deveriam. Eu gosto de seguir meu planejamento, mas infelizmente quando se trabalha de forma independente existem dias em que tudo acontece e aparecem muitas coisas para resolver e só você pode fazer isso. Mas essas são apenas pequenas coisas em meio a tantas outras na vida em um home office, como freelancer. É preciso saber lidar sem perder o ânimo, porque no final do seu horário de trabalho, muitas vezes, seu dia está só começando!

Bullet Journal

Bullet Journal
Há cerca de um mês eu descobri o bullet journal, mais uma metodologia de organização diária que achei perfeita para acrescentar à forma como me organizo hoje.

Depois de ler, assistir a vídeos e pensar sobre como esse sistema poderia me ajudar e complementar meu sistema atual, cheguei a conclusão que toda a parte de journal eu poderia fazer com a minha agenda que tem um formato que adoro e em folhas soltas eu teria toda a parte de planejamento, que é o que ainda sinto falta no meu sistema.

O que é

Um híbrido de agenda permanente com um caderno de anotações, dando total liberdade de controle de espaço, organização e forma de utilização. Citando o criador, a ideia é ser um sistema que rastreia o passado, organiza o presente e planeja o futuro. 

Curto Prazo – Organizando o presente

Perfeito para o seu planejamento, seja ele a curto, médio ou longo prazo. Exemplo de curto prazo seriam as suas tarefas diárias, podendo ser a antecipação ou acompanhamento.
Para isso o sistema do bullet journal sugere que se utilize uma codificação muito simples e muito eficaz para o fácil reconhecimento da sua lista de tarefas o que faz com que seu uso seja muito prático e você não use mais tempo planejando do que fazendo o que tem para ser feito.

· Tarefas

○ Eventos

– Notas

* Prioridade

× Completas

Canceladas

> Adiadas

< Agendadas

Para mais informações, recomendo muito assistir ao vídeo introdutório. Essa parte do sistema de organização do presente estou incorporando à minha agenda tradicional.

Longo prazo – Planos e planejamento

Essa parte desse sistema foi fundamental na minha decisão de testá-lo. Aqui você cria desde seu acompanhamento diário de tarefas que gostaria de executar todos os dias, ou na frequência que quiser e vai marcando conforme for concluindo.
Eu comecei com 3 listas de coisas que pra mim são importantes de manter o controle:

  1. Saving for
    Nessa lista eu coloco todos os itens para os quais quero poupar para fazer acontecer ou comprar, com o valor total ao lado. Eu tenho 31 quadradinhos pelos quais posso dividir o valor total, ou, se for um valor muito alto, posso ocupar quantas linhas forem necessárias até atingir o valor total. Exemplo:Mudança | 60k
    Impressora | 2.5k
    Fundo  | 635k
  2. Everyday things to do
    Aqui tenho uma lista de coisas do dia a dia que quero fazer. Exemplo:Ler um capítulo:
    Assistir a um episódio:
    Estudar idioma A:
    Estudar idioma B:
    Praticar desenho:
    Organizar por 15 minutos:Cada quadradinho representa um dia do mês e, com isso, posso indicar, como uma tabela simples, em que diz fiz o que, quando deixei de fazer e me permite ser realista quanto à quantidade de coisas que quero fazer com o tempo que tenho para fazê-las.
  3. Work to do
    Como faço várias coisas e quero fazer ainda mais em relação ao trabalho, aqui eu distribui tudo que gostaria de fazer nas 24 horas do dia, bom, na verdade, nas 15 horas ou mais que preciso diariamente para dar conta de tudo que quero fazer. Mas claro, o que acontece de fato é que nem todos os dias vou conseguir fazer de tudo, mas isso me dá uma ideia melhor do quanto deveria me dedicar a uma tarefa. Exemplo:E-mails e Projetos | 5h
    Prospecção | 30mins
    Projetos Pessoais | 1h
    Redes Sociais Design | ?
    Mimos | 2h
    Arte + Loja | 2h

    Revisão diária | 1h

E como esses exemplos, você pode criar qualquer lista! Livros que quer ler, Filmes que quer assistir, Coisas que quer aprender… O legal de trabalhar com folhas avulsas é justamente poder aumentar a lista indefinidamente sem a preocupação que estejam indexadas erradamente, mas mesmos com folhas soltas, a ideia de indexar é ótima, você não precisa ter número de página, mas terá a sequência das suas listas e com isso não importa quantas páginas ou quantas listas, você encontra tudo rapidamente.

Como fiz

Como disse, fiz de um jeito bem básico, com folhas soltas em formato A5. Imprimi frente e verso em A4, refilei 1,25 cm do lado com maior margem de impressão (onde os pontinhos não foram impressos) e então preenchi à mão. O mais legal é justamente a flexibilidade do sistema. As listas de acompanhamento diário, pode ter um cabeçalho com os dias do mês e da semana enquanto nas outras em que os dias não sejam importante para o planejamento, você pode fazer coisas completamente diferentes como uma página ilustrada ou com gráficos com a ajuda da grid.
Se quiser fazer um teste, basta fazer o download desse arquivo e imprimir! E espero que se apaixone por esse sistema e que ele te ajude nessa eterna busca pela auto-organização.